IMPRENSA

Atendimento:
(11) 4898-8608
comunicacao@promax.bardahl.com.br

Stock Car: Rafael Suzuki salva pontos no Velopark

23 de Abril de 2018

Depois de não conseguir uma boa classificação, por estar no grupo que enfrentou chuva forte no sábado (21) no Velopark, em Nova Santa Rita (RS), não passar o final de semana em branco já foi motivo para celebrar para o piloto Rafael Suzuki, da equipe Bardahl Hot Car. Largando em 21º, o piloto completou a corrida 1 em 16º e, na segunda prova, finalizou em 11º, marcando dois pontos.

Já o companheiro Guilherme Salas, que teve problemas no câmbio do carro e não pode participar do classificatório, largou do final do grid e acabou não completando as corridas da terceira etapa da Stock Car. Cacá Bueno foi o vencedor da bateria inicial e Daniel Serra venceu a segunda prova e manteve a liderança, com 80 pontos, 15 a mais que Bueno, o vice-líder.

Num traçado curto e muito difícil de ultrapassar, Suzuki já esperava dificuldades na etapa. O piloto, que na sexta-feira ficou em segundo nos treinos livres, viu suas chances de poder brigar entre os líderes ir embora, após a chuva que caiu no classificatório e não permitiu que nenhum piloto do grupo 2 passasse para o Q2.

“Na primeira corrida, eu larguei bem, mas levei uma batida muito forte no hairpin, na última curva, e meu extrator quebrou. Isso prejudicou toda a aerodinâmica do carro e não tínhamos ritmo. Tive de fazer toda a corrida 1 sem essa peça e foi um sufoco para ficar na pista, pois o carro era muito desiquilibrado em virtude disso e acabamos não marcando pontos”, comentou o piloto que nas duas etapas iniciais ficou entre os 10 melhores.

“Na corrida 2, o Amadeu (Rodrigues, chefe da equipe) remediou o problema muito bem. Ele viu que o carro estava danificado e colocou mais aerodinâmica, mais asa, fez o carro ficar mais no chão e o carro era outro. No começo da prova, com os mesmos pneus que acabaram a primeira corrida, o carro rendia muito melhor. Consegui subir de 17º para décimo”, lembrou o piloto do Stock #8.

“No pit, acabei perdendo posições por causa da estratégia. Tivemos de colocar mais combustível, mas fomos pra cima e somar alguns pontos é muito bom para não passar o fim de semana em branco”, continuou Suzuki.

“Sem dúvida, o azar que a gente deu na classificação comprometeu, pois é uma pista muito difícil de largar bem, ultrapassar muitos carros e, largar na confusão, é sempre mais complicado. Mas tudo bem, não passamos em branco o fim de semana. Adquirimos muitas informações, vamos estudar tudo junto com a equipe, porque Londrina já está ai”, completou o paulista, lembrando que dentro de 15 dias a Stock Car realizará sua quarta etapa na pista paranaense.

Já o companheiro Guilherme Salas não teve a mesma sorte e, mais uma vez, não marcou pontos. O piloto, que na etapa passada foi obrigado a abandonar após um acidente com Valdeno Brito, que foi excluído da corrida, largou no final do grid, depois de ter problemas no câmbio do Stock #117 nos treinos de sábado.

Sem participar da tomada, a equipe trabalhou até de madrugada para deixar o carro pronto para as corridas. “Foi um fim de semana, que começou muito bem na sexta-feira (o piloto foi sexto em um dos treinos livres), mas no sábado passamos a ter problemas e não pudemos classificar”, disse o piloto de Jundiaí, no interior de São Paulo.

“Hoje, antes da largada, tivemos um problema no sistema de elevação do carro, o que prejudicou as nossas paradas e as possibilidades de termos bons resultados nas corridas”, contou.

“Agora precisamos analisar tudo, trabalhar duro, pois Londrina já é daqui 15 dias para ir com força total. Estamos num lugar no campeonato onde não deveríamos estar, então vamos tentar reverter isso em Londrina”, finalizou Salas.

Corrida1

1. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing)
2. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power)
3. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
4. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing)
5. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports)
6. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team)
7. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport)
8. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
9. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team)
10. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport)

16. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car)

117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car)

Corrida 2

1. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
2. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing)
3. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
4. 51 Átila Abreu (Shell V-Power)
5. 88 Felipe Fraga Fraga (Cimed Racing)
6. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing)
7. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power)
8. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing)
9. 111 Rubens Barrichello (Mobil Racing)
10. 18 Allam Khodair (Blau Motorsports)

11. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car)

117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car)


*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Classificação do campeonato (Top-10):
1- Daniel Serra - 80 pontos
2- Cacá Bueno - 65
3- Felipe Fraga - 59
4- Julio Campos - 55
5- Ricardo Zonta – 47
6- Gabriel Casagrande - 45
7- Marcos Gomes - 41
8- Rubens Barrichello - 36
9- Lucas Di Grassi - 35
10- Max Wilson – 30
13- Rafael Suzuki - 20
22 - Guilherme Salas - 3

Informações sobre a equipe Hot Car e patrocinadores, acesse:
www.hotcarcompeticoes.com.br
www.facebook.com/hotcarcompeticoes
www.twitter.com/hot_car
instagram.com/hotcarcompeticoes

Mais informações para a imprensa:

Promax Bardahl
Fernanda Gonçalves
+55(11) 4898-8611
+55 (11) 98245-4511
fernanda.goncalves@promax.bardahl.com.br
www.lojabardahl.com.br
www.facebook.com/BardahlBR

OUTROS RELEASES

Powered by Focusnetworks