IMPRENSA

Atendimento:
(11) 4898-8608
comunicacao@promax.bardahl.com.br

Stock Car: Guga Lima conquista Top-10 em Cascavel

12 de Junho de 2017

A disputa da quarta rodada da temporada 2017 da Stock Car não trouxe os resultados esperados para a equipe Hot Car Competições (Bardahl), mas diante das dificuldades enfrentadas o décimo lugar de Gustavo Lima na segunda bateria da rodada dupla, em Cascavel (PR), foi bastante satisfatório. O piloto brasiliense, que marcou pontos em todas as etapas do ano, arriscou priorizando a segunda prova do dia e a estratégia deu certo.

Já o companheiro Sérgio Jimenez teve um final de semana para esquecer. O piloto paulista tinha boas chances de estar na briga, mas foi obrigado a abandonar ainda na primeira corrida, após a quebra de uma peça da suspensão dianteira. Sem tempo hábil para o conserto da peça, Jimenez ficou de fora da corrida 2.

Os vencedores em Cascavel foram o paulista Max Wilson (que largou na pole position) e o gaúcho Vitor Genz. Thiago Camilo, que terminou em quarto e sexto lugar, é o líder da temporada, com 126 pontos.

Guga, que estreou um novo layout do seu carro na etapa de Cascavel, com um envelopamento especial da Avery Dennison, que remete à galáxia, largou em 29º na primeira prova e logo recolheu. O piloto só voltou à pista no final, fez o reabastecimento, mas teve de largar dos boxes após um problema no carro. Com o Stock #9 arrumado, Guga foi pra cima e completou a prova em décimo lugar.

"Foi um fim de semana complicado, não achamos o acerto ideal, mas conseguimos finalizar entre os dez na segunda corrida. Fizemos a estratégia de priorizar a prova final, abandonei a primeira, mas quando saí no finalzinho pra poder largar da pista tive a quebra do amortecedor e fui obrigado a voltar para arrumar e largar dos boxes. Isso fez com que eu perdesse tempo e prejudicou. Depois teve um safety car muito longo e, pela estratégia, isso favoreceu os demais pilotos também. Não foi tão proveitoso neste sentido. Mas ter terminado em décimo, depois de tudo o que a gente passou, foi legal", declarou o piloto mais jovem da Stock, com 20 anos.

Jimenez também lamentou sua quebra e acredita que poderia estar na briga na segunda corrida se houvesse tempo para arrumar o carro. "Não encontramos o balanço ideal para o carro no fim de semana. Foi uma etapa difícil. Acredito que na primeira prova daria para tentar chegar em 14º, 15º, mas quebrou uma peça e não deu tempo para arrumar para a segunda corrida", disse.

"Uma pena, porque se tivéssemos ido pra segunda prova, teríamos uma oportunidade boa, com pneus melhores e arriscaríamos de novo na estratégia, como foi em Santa Cruz, mas não deu certo. Agora temos de rever tudo e trabalhar para a Corrida do Milhão", finalizou o piloto do Stock #73.A prova milionária da Stock Car marcará a próxima etapa da categoria no dia 2 de julho, em Curitiba (PR).

Informações sobre a equipe Hot Car e patrocinadores, acesse:

www.hotcarcompeticoes.com.br

www.facebook.com/hotcarcompeticoes

www.twitter.com/hot_carinstagram.com/hotcarcompeticoes

www.facebook.com/BardahlBr  

Fonte: FGCom

OUTROS RELEASES

Powered by Focusnetworks