IMPRENSA

Atendimento:
(11) 4898-8608
comunicacao@promax.bardahl.com.br

Stock Car: Abbate pontua na corrida 1 e Fogaça é prejudicado por acidentes no Velopark

27 de Abril de 2015

Foram duas corridas cheias de toques e muita disputa. A terceira etapa da Stock Car no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), neste domingo (dia 26), teve dois novos vencedores na temporada 2015. Daniel Serra faturou a primeira prova e Max Wilson levou a melhor na corrida 2. O pentacampeão Cacá Bueno terminou em quinto e segundo lugares e manteve a liderança da competição, agora com 62 pontos.

Na equipe Hot Car Competições (Bardahl), a expectativa era de melhores resultados, mas alguns acidentes na pista atrapalharam as corridas de Raphael Abbate e Fábio Fogaça. O estreante Abbate ainda saiu do circuito com dois pontos, pelo 19º lugar na corrida 1. Na prova seguinte, em virtude de diversos toques que levou, o piloto teve uma quebra e não pôde largar. Já Fogaça, que largou em 14º na primeira prova, vinha bem, já em 12º, quando foi atrapalhado por César Ramos, que teve uma quebra e estava muito lento na pista. O piloto da Hot Car não conseguiu desviar e acabou batendo forte e teve o radiador furado.

A equipe fez um excelente trabalho e Fogaça pôde alinhar no grid da corrida 2. Mas o piloto levou um toque na traseira e foi obrigado a abandonar novamente.

Apesar de não ter disputado a corrida 2, Abbate ficou contente com sua performance no Velopark. "Foi uma prova bem emocionante, bastante disputada. A gente estava com um carro muito bom, bem competitivo. Infelizmente, eu recebi um toque bem no início da corrida e acabei rodando. E ai fui poupando o carro, economizei push (botão de ultrapassagem), fiz tudo pensando na próxima corrida. O meu ritmo estava muito bom, praticamente o mesmo dos ponteiros, então a expectativa era fazer uma ótima segunda prova e chegar o mais na frente possível. Estava indo tudo bem, apesar de ter sido uma corrida muito conturbada, com muito bate-bate, mas estava bem bacana. Mas, infelizmente, em virtude de tantas batidas, eu tive uma quebra e não pude nem largar na última corrida. Mas estou muito contente com o desenvolvimento da equipe", contou o piloto de 23 anos, dono do Stock Chevrolet #26.

Já Fogaça lamentou o incidente com Ramos, que acabou punido. O piloto perderá 15 posições no grid de largada da próxima etapa. "O Cesar tinha problemas no carro e acredito que ele estava tentando ir para os boxes, mas quando você está na reta principal, pra chegar no box, tem quase uma volta inteira e andando a 20 km/h é muito difícil. Ele poderia ter ido pra grama ou ter esperado o grid inteiro passar na área de escape da reta principal. E eu achei que ele iria sair do traçado e como eu vinha muito rápido não deu tempo de tomar outra opção e acabamos batendo", explicou o piloto do Stock Chevrolet #72.

"Pra segunda corrida, apesar de todo o esforço da equipe, o carro já não tinha um desempenho bom. Mesmo assim, acho que ia conseguir chegar, me arrastando, mas iria. Mas acabei levando um toque do Denis. Ele me passou na freada e espalhou. Eu o ultrapassei de novo e ele me tocou na traseira. Foi uma pena. Não tivemos o resultado final, mas provei que a velocidade está ai e vamos agora trabalhar bastante para as provas em Curitiba", finalizou o piloto de Sorocaba, no interior de São Paulo.

A quarta etapa da Stock Car acontecerá dentro de um mês, no dia 31 de maio, no circuito internacional de Curitiba, em Pinhais.


Mais informações para a imprensa:
FGCom

OUTROS RELEASES

Powered by Focusnetworks