IMPRENSA

Atendimento:
(11) 4898-8608
comunicacao@promax.bardahl.com.br

Aditivos em frasco incrementam poder de limpeza das gasolinas aditivadas

9 de Março de 2015

 

A quantidade de opções de gasolina (comum, aditivada e aditivadas com “com nome e sobrenome”) e aditivos aftermarket (em frasco) pode deixar os motoristas confusos na hora de abastecer. Sem saber muito bem quais os benefícios de tais  opções, o motorista acaba escolhendo a que tem melhor apelo comercial, ignorando a parte técnica e as reais necessidades do veículo: manutenção de limpeza, limpeza severa ou restauração de potência.

Apesar de a gasolina ter melhorado, seja pela adição de aditivos diferenciados, seja pela redução da quantidade de enxofre em sua composição, ela ainda é um hidrocarboneto. Ao serem queimados, os combustíveis à base de hidrocarboneto, transformam-se em energia (movimento), gases (principalmente CO2, nos casos de diesel e gasolina) e resíduos (formados pelos gases gerados na combustão). A formação de resíduos de carbono (carbonização) no sistema de alimentação é um problema que ocorre com qualquer veículo. Esses resíduos vão se acumulando, formando depósitos que causam obstrução dos injetores, carbonização nas válvulas e na câmara de combustão, o que interfere no processo de combustão em si. Todas vez que o sistema de alimentação suja, os parâmetros de consumo de combustível e emissão de gases se alteram, o carro passa a consumir mais combustível e a emitir mais gases poluentes.

Para garantir a redução dos níveis de emissão dos veículos e a economia de combustível, é necessário garantir também que os veículos sejam mantidos ao longo de sua vida útil conforme as especificações do fabricante, isto é, limpos. Aí entram a melhoria das características dos combustíveis e o papel dos aditivos, principalmente os detergentes e dispersantes.

Os aditivos são componentes desenvolvidos para serem adicionados aos combustíveis e oferecer-lhes propriedades diferenciadas, como detergência, dispersância e redução de atrito. Alguns deles ainda podem oferecer poder antioxidante e demulsificante (aditivos para diesel). Esses aditivos vão trabalhar, principalmente, para eliminar os resíduos do sistema de alimentação ou, no caso dos carros mais novos, com sistema limpo, para evitar que eles se formem.

Benefícios do uso regular de aditivos:

• Oferece proteção a todo o sistema de alimentação.
• Previne a formação de depósitos durante o processo de combustão.
• Restaura a eficiência da combustão (no caso da gasolina).
• Aumento do número de cetano (no caso do diesel), o quê melhora a eficiência da combustão.
• Reduz o consumo de combustível.
• Mantém a performance de injetores (gasolina) e bombas (diesel), ou seja, a eficiência da pulverização (muito importante para a redução das emissões de poluentes).
• Mantém a estabilidade do combustível.
• Previne a formação de emulsões quando combustível, água e aditivo detergente/dispersante são misturados (caso do diesel).
• Previne quebras, o que reduz custo com manutenção.

 Os aditivos em frasco podem ser adicionados às novas gasolinas sem risco de incompatibilidade. Essas gasolinas têm o mesmo número de octanas da gasolina comum (87 octanas) e trazem como diferencial os aditivos modificadores de fricção, que em nada contribuem para a limpeza do sistema de alimentação. Os aditivos de limpeza continuaram com taxas inalteradas, mínimas, que servem para manter limpo o sistema. Se o sistema já estiver sujo, o que não é difícil de acontecer, essa taxa mínima não é suficiente para limpar o sistema. Lembrando que, manter uma limpeza no sistema de injeção hoje é imprescindível, principalmente em relação à nova tecnologia que vem equipando os veículos: a injeção direta. Nesta tecnologia, a ponta do injetor fica na câmara de combustão, o que pode gerar um acúmulo maior de resíduos neste componente, importante na pulverização do combustível, na quantidade ideal, na câmara de combustão.

Ao adicionar qualquer um dos nossos aditivos na gasolina aditivada (seja qual for o nome dela), na prática, o que acontece é um incremento do poder de limpeza do combustível aditivado, ou seja, o aditivo aumenta a taxa de limpeza (concentração do princípio ativo). Quando o carro necessita de uma limpeza mais profunda, para obter um resultado de limpeza satisfatório com as gasolinas aditivadas recém-lançadas seriam necessários vários abastecimentos/tanques. Já com os aditivos vendidos em frascos, neste caso Bardahl Clean Gas e Bardahl Fuel Special Cleaner, é possível obter resultados mais perceptíveis com um único abastecimento.

Aproveitamos os níveis de desempenho, que é uma classificação norte-americana, para mostrar como os aditivos podem incrementar o poder de limpeza dos combustíveis.
 
A principal ação dos aditivos está em minimizar os depósitos nas sedes de válvulas e na câmara de combustão. O grande desafio é encontrar a quantidade exata de aditivos necessária (concentração) para eliminar tais depósitos nos diferentes tipos de motores, aí entram os nossos aditivos de frasco, aftermarket. Por isso, a indústria automobilística desenvolveu níveis de desempenho de forma a englobar estas variações requeridas pelos diversos tipos de motores:


1. EPA L.A.C. – Concentração Mínima de Aditivo: atinge as exigências governamentais dos Estados Unidos, mantendo as válvulas de admissão e os injetores de combustível limpos (equivalente à maioria das gasolinas aditivadas no Brasil);
2. CARB ou Keep Clean – atinge as exigências do órgão ambiental da Califórnia – USA, que são mais rigorosas que o EPA LAC, principalmente no que se refere à manutenção das condições de emissões dos veículos, mantendo todo o sistema de combustão nas condições definidas para o motor novo (equivalente a misturar gasolina comum e o aditivo Bardahl Max Top);
3. Clean Up – concentração de aditivos para remoção dos depósitos acumulados pela queima do combustível, removendo-os das sedes das válvulas de admissão, limpando os bicos injetores, a cabeça dos pistões e até a câmara de combustão. Este resultado de tratamento só é possível com o uso de ADITIVOS EM FRASCO.
A Bardahl tem dois produtos que se encaixam nesta categoria:
Bardahl Clean Gas: remove os depósitos até os bicos injetores e controla a formação de depósitos na cabeça dos pistões e na câmara de combustão (equivalente a misturar as novas gasolinas aditivadas e o aditivo Bardahl Max Top).
Bardahl Fuel Special Cleaner: remove os depósitos inclusive da câmara de combustão (sem equivalentes).
4. Top Tier – concentração de aditivos requerida pelos motores de alta performance. Esta performance foi definida pelas montadoras GM, BMW, Honda e Toyota (nossos aditivos como Bardahl Max Power e Bardahl Fuel Special Cleaner cumprem esta função).

OUTROS RELEASES

Powered by Focusnetworks