IMPRENSA

Atendimento:
(11) 4898-8608
comunicacao@promax.bardahl.com.br

Funcionário da Bardahl supera condições adversas e se sagra campeão brasileiro de ciclismo

12 de Agosto de 2013

O calor e a alta umidade relativa do ar eram os menores problemas do ciclista Emerson Hernachi, 30, ao chegar à cidade de Belém (PA), no último final de semana, para o Campeonato Brasileiro de Ciclismo Master. Sozinho, sem equipe ou pessoal de apoio, ele não conhecia nenhum dos competidores. Montar uma estratégia para vencer, nestas condições, era praticamente impossível. “Eu precisava organizar uma tática, sabia que precisaria saltar em todas as fugas. Nos 800 metros finais começaram os ataques, e eu saltei em todos. Na última subida, a 400 metros da linha de chegada, aconteceu um novo ataque, saltei e, ao ver que abri vantagem, sprintei nos últimos 400 metros e ganhei a prova”, lembra o ciclista campeão brasileiro.

Apesar de ter bons resultados em provas regionais e nacionais, o Brasileiro sempre foi um desafio, desde o início da carreira, que começou tardiamente, em 2006, quando o ciclista já tinha mais de 20 anos. Em 2012, no Brasileiro disputado em Brasília (DF), Emerson conseguiu apenas o 16º lugar. Segundo o ciclista, no ano passado não conseguiu se preparar adequadamente para a prova que exige, no mínimo, segundo Emerson, três meses de preparação especial e muito foco.

Nem a preparação do atleta para a prova deste ano ficou livre dos imprevistos. Emerson teve de fazer uma operação vascular nas pernas em 22 de julho e, por orientação médica, tinha que ficar 15 dias “de molho”, sem fazer esforço físico. Mas, para não colocar todo o treinamento para o Brasileiro a perder, ficou apenas 5 dias parado e recomeçou o treinamento, primeiro com treinos longos sem esforço e, depois, aumentando gradualmente o esforço. 

O ciclista é disciplinado e tem uma rotina diária de treinamento, que contempla apenas a bike. Ele trabalha como jardineiro na Bardahl, empresa que o patrocina desde 2010, das 7h às 16h e, durante o período de preparação para o Brasileiro era liberado uma hora antes, o que viabilizava os treinos, sempre de longa distância, ainda à luz do dia. Normalmente, ele saia de Cajamar e ia até cidades próximas, como Itu (SP) e Campinas (SP), nunca percorrendo menos que 80 quilômetros e, em média, fazia 3 horas de treinamento. Em meio aos treinos de resistência, Emerson também treinava o sprint, fazia 600 a 800 metros de tiro, treinamento que se mostrou essencial na reta final da prova em Belém. Em relação ao equipamento, a bike de Emerson, que é uma bike de estrada, ganhou rodas tubulares, de carbono, que são mais leves e têm melhor aerodinâmica.

Para cruzar a linha de chegada em primeiro, superando a estratégia das equipes, Emerson precisou percorrer 88 quilômetros, ou 7 voltas no traçado estabelecido. “A parte mais difícil do percurso eram as duas subidas, uma delas bem próxima da linha de chegada.” A vitória, fruto da dedicação impecável do atleta e do patrocínio da Bardahl, que financia a participação do atleta nas provas, com transporte, equipamentos e suplementação alimentar, contou ainda com a ajuda de um anônimo em Belém, um ciclista da categoria Sub-30 que serviu de apoio a Emerson e dava água para o atleta durante a corrida. “Sem essa ajuda, eu ficaria desidratado e certamente não conseguiria vencer. Quando eu ganhei, o atleta que me ajudou ficou tão feliz quanto eu, ele não acreditava que eu pudesse vencer, nem eu.” 

O atleta não tem descanso. A próxima prova, a Granfondo do Brasil de Ciclismo de Inverno, acontece neste final de semana, dia 18, em São Pedro,  e agora, que vai estampar o símbolo de campeão brasileiro na camiseta, ele pretende intensificar o ritmo de treinos. “Um campeão brasileiro precisa ganhar as provas, estar sempre na frente”, planeja Emerson.

Patrocínio da Bardahl.

A Bardahl é a única empresa que patrocina o atleta desde 2010. O que chamou a atenção da Diretoria da empresa foi o desempenho do atleta em Jogos Regionais e na Copa dos Trabalhadores, além das excelentes colocações que ele tinha nas provas de ciclismo que disputava.

Mais informações

Assessoria de Comunicação da Bardahl

(11) 4898-8611

OUTROS RELEASES

Powered by Focusnetworks